14/06/2018

Fórum discute ações para fomentar ecoturismo em Artur Nogueira

Evento reuniu autoridades da cidade e apresentou medidas para fortalecer setor

Da redação

O 2º Fórum de Educação Socioambiental de Artur Nogueira aconteceu na noite desta quarta-feira (13), às 19 horas, no auditório do Núcleo Administrativo Municipal. O evento reuniu autoridades e discutiu ações para o fomento do ecoturismo no município. A programação foi organizada pelas secretarias de Educação, Cultura e Turismo, Esportes, Saúde, Meio Ambiente e Agricultura.

A diretora geral do ensino fundamental da rede municipal de Artur Nogueira, Inês Bombo, comentou algumas ações tomadas pela pasta da Educação desde a primeira edição do evento. Entre elas, a criação da Sala Verde, plantio de árvores, reflorestamento da nascente do Balneário Municipal e atividades de conscientização.

Thiago Pietrobon, que é biólogo, professor de Evolução do Comportamento Social e consultor do Consórcio PCJ, falou sobre o Projeto Espaços Eco Hídricos, que visa ampliar o turismo preservacionista, criando uma nova identidade local que esteja mais comprometida com a conservação dos recursos naturais da região.

Na sequência, Renato Malagó, secretário municipal de Meio Ambiente, elencou alguns projetos da pasta para o fortalecimento do ecoturismo nogueirense. Entre eles, a criação de uma propriedade sustentável, regularização de recursos hídricos, um projeto para diagnóstico junto ao PCJ para adequações ambientais nas propriedades rurais, regularização de Áreas de Preservação Permanente (APP) e a elaboração de um “Selo Verde” para produtos oriundos dessas propriedades.

A Secretaria de Agricultura, por sua vez, apresentou o potencial da área rural de Artur Nogueira para o ecoturismo. Foram destacadas atividades como passeios a pé, passeios a cavalo ou com charrete, passeios ciclísticos, observação de flora e fauna, além de estudos de meio ambiente.

De acordo com a pasta, há mais de mil propriedades rurais no município, todas mapeadas e devidamente registradas. São mais de 1.600 hectares de mata e 220 km de estradas. No entanto, para explorar adequadamente esse potencial, é necessário, de acordo com a secretaria:

  • Propiciar o recebimento de grupos e suplementação de renda ao produtor
  • Envolver o proprietário rural
  • Adesão voluntária para abertura das porteiras das propriedades para visitação
  • Educação ambiental dos visitantes
  • Boas estradas
  • Propriedades organizadas

O secretário Rosimaldo Magossi destacou os investimentos da pasta de Agricultura na criação de cacimbas na área rural do município, totalizando 200, entre novas e antigas que foram reformadas. Ele também salientou os trabalhos do setor na conservação do solo e a importância da feira livre. Segundo ele, 60% das pessoas que vão à feira de domingo vem de outras cidades.

Carlos Antônio Pereira, do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e Rodrigo Fontana, dono do Rancho Fontana, comentaram a importância do curso que o Senar está realizando na cidade. Pereira ressaltou os benefícios do programa Jovem Agricultor do Futuro e de medidas organizadas em grupos de interesse para resolver problemas pontuais dos proprietários rurais.

Fontana explicou como o curso realizado na cidade para fomentar o ecoturismo ampliou suas perspectivas de negócio e tem beneficiado outros proprietários rurais de Artur Nogueira.

Edesio Lopes, que chefia a Secretaria de Cultura e Turismo, destacou o trabalho para a conquista do título de Município de Interesse Turístico (MIT) e as ações para adaptar a mentalidade de produtores rurais à necessidade de atrair turistas para Artur Nogueira. Segundo ele, com a grande área rural do município, o governo é “obrigado” a falar de ecoturismo.

“Hoje temos mais de 30 pesqueiros catalogados no município, alguns com outros tipos de diversão, como o Green Camp, o que já é uma evolução no turismo e na geração de empregos”, afirma. “Agora, com essa nova visão, queremos trabalhar mais na sinalização das estradas rurais, na elaboração de um possível mapa do turismo ecológico, algumas trilhas que tentaremos fazer, para que Artur Nogueira consiga se engajar nesse ramo do turismo rural”.

O diretor de Esportes do município, Thiago Turquetti, discursou sobre como a pasta pode contribuir com o ecoturismo. Ele destacou quatro ações a serem criadas: passeio ecociclístico, caminhadas ecotrilhas, semana da recreação e ecoturismo e o ecocamp de férias.

Por fim, Hanna Mihara representou a Secretaria de Saúde e informou que a pasta pretende promover uma capacitação em segurança alimentar com os produtores rurais juntamente com a Vigilância Sanitária. O objetivo é que os produtores tenham um diferencial, uma capacitação que passe segurança ao consumidor e atraia clientes. Os estabelecimentos que participarem do curso receberão um selo de qualidade.

Elaine Vicensotti Boer, secretária de Educação, encerrou a programação comemorando os resultados do Fórum. “A gente conseguiu mostrar para a sociedade que cada pasta da administração tem um potencial que pode ajudar o ecoturismo na cidade”, disse. “Essa foi a nossa meta nessa noite, e nós conseguimos [alcançar].”

Todos os participantes do evento ganharam um certificado ao final do programa.

……………………………………..

Tem uma sugestão de entrevista? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.