13/02/2018

PM apreende quantidade histórica de maconha em Artur Nogueira

Operação durou mais de 30 horas e resultou na apreensão de mais de 100 kg de drogas

Leonardo Saimon

Agentes da Polícia Militar (PM) apreenderam cerca de 100 kg de maconha em Artur Nogueira, além de localizarem um foragido da polícia que estaria envolvido com o esquema. A ação é fruto de uma denúncia feita durante a madrugada desta terça-feira (13) e já durou mais de 30 horas. Os entorpecentes foram encontrados em uma casa localizada na Rua Jaguariúna, no Jardim Blumenau. Porções crack e garrafas portando lança-perfumes também foram confiscados na residência.

Segundo o capitão da Polícia Militar Alexandre Hoio, uma denúncia anônima informou os agentes de que um foragido da polícia estava no Jardim Blumenau e, possivelmente, envolvido com drogas. Ao terminar o reforço de segurança no Carnaval, os policiais foram deslocados até o bairro a fim de realizar patrulhamento, já por volta das 3 horas da madrugada. No Blumenau, os policiais receberam a denúncia de que o suspeito estava escondido em uma mata.

Cercos em volta da área foram feitos pelos agentes até o momento em que o indivíduo foi avistado saindo do matagal. O foragido se passou pelo irmão depois de ser indagado pelos policiais sobre a identidade. Conversas contraditórias, no entanto, levaram a PM a desconfiar da identidade do suspeito. E, ao revelar seu verdadeiro nome, a Polícia Militar confirmou que se tratava do foragido denunciado. Ele permaneceu detido.

Outro envolvido

Após receber autorização para entrar na residência do rapaz detido, os policiais não identificaram nada de ilícito. “Recebemos a informação que a casa do lado não era habitada, porém havia sido alugada. E havia um movimento constante no local. Nós entramos na residência e localizamos próximo de 100 kg de maconha, porções de crack e lança-perfume”, explicou Hoio.

Segundo a PM, o dono do imóvel foi ouvido e confirmou que havia alugado a casa para um sobrinho, mas alegou não saber que o espaço serviria para a comercialização de entorpecentes. O pai do indiciado também sustentou a versão do proprietário da residência ao revelar que o filho teria alugado a casa uma semana antes do Carnaval. Um segundo indiciado estaria envolvido no esquema.

Em conversas com as duas testemunha, um terceiro indivíduo, que estava no local, mas não era da família, recebeu um SMS. “A gente desconfiou logo porque normalmente as pessoas usam whatsapp e não SMS”, completou Hoio. Um outro homem dava ordens a este terceiro suspeito para que as drogas fossem retiradas da casa.

Prejuízo

A perícia foi até o local e as drogas levadas para a Delegacia de Polícia (DP) de Artur Nogueira. “Quanto ao prejuízo é difícil calcular, mas acredito que tenha sido grande. Será aberto um inquérito para averiguar o envolvimento de outros suspeitos”, explicou o comandante.

Outros dois sacos pretos também foram localizados. A PM desconfia de duas hipóteses: ou eles teriam comercializado o restante das drogas ou aqueles sacos haviam sido embalados e rasgados para serem reembalados posteriormente.

A Delegacia de Polícia segue apurando o caso.

Assista abaixo a reportagem realizada ao vivo pelo Portal Nogueirense:


……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.